Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Ciclismo


“Rumsas Jr.: Doping regressa 14 anos depois”
Jovem de 23 anos seguiu, literalmente, as pisadas do pai


 

Por: Ana Paula Marques
Raimondas Rumsas Jr. seguiu, literalmente, as pisadas do pai, que tem o mesmo nome. Tal como o progenitor, de 45 anos, tornou-se ciclista e recorreu ao doping. O jovem, de 23 anos, acusou positivo a hormona de crescimento num controlo realizado no início de setembro em Itália...14 anos depois de o pai ter passado pelo mesmo.
No Giro de 2003, então com a camisola da Lampre, Raimondas Rumsas acusou EPO, vendo o 6º lugar anulado. Mas o lituano ficou famoso mais pelo que aconteceu um ano antes, no Tour. Ele e a sua mulher protagonizaram a história dessa edição, ao terem sido presos na posse de substâncias dopantes no carro que conduzia Edita. Dois anos mais tarde ambos viriam a ser condenados a quatro meses de prisão por tráfico de estupefacientes.
Agora, é o filho a ser notícia pelas mesmas razões: envolvimento com o doping. Raimondas Rumsas Jr. foi 3º na prova de contrarrelógio e 6º da corrida de fundo dos nacionais da Lituânia, mas ainda não tinha dado o salto para uma equipa profissional, o que também não irá acontecer para já.
Os Rumsas, radicados em Itália, não têm tido vida fácil. O positivo do filho mais velho surge meses depois da notícia da morte, ainda em circunstâncias por apurar, do filho mais novo, Linas, de 21 anos.
"Nunca falámos de doping com os nossos filhos. Queremos saber por que morreu Linas. Somos um casal que perdeu um filho, mas continuam a fazer-nos mal", disse recentemente a mãe Edita.
Fonte: Record on-line


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690