Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt

Estatuto Editorial Ficha Técnica Apresentação Galeria Multimédia Contactos

Triatlo

“Estoril Praia Credibom e CNATRIL Campeões Nacionais de Longa Distância”
Campeonato Nacional Individual de Triatlo de Média Distância

Filipe Azevedo, do Estoril Praia Credibom, especialista em longa distância e há alguns anos sem competir no calendário nacional de triatlo, conquistou o título de Campeão Nacional e Campeão Ibérico de Longa Distância 2020, com o tempo de 03:43:54. Na segundo posição ficou João Ferreira, do CNATRIL Triatlo, com a marca de 03:47:51, Campeão Nacional em 2019. Pedro Gaspar, do Alhandra Sporting Club, alcançou a terceira posição passando a meta com 03:58:21.
«Consegui sair bem do primeiro segmento, apesar de ter sido um percurso mais duro do que pensava, não foi muito fácil, mas saí da água com o Pedro Gaspar que é uma boa referência na natação», conta Filipe Azevedo, que no ciclismo impôs o seu ritmo, cumprindo os objetivos, alcançando uma vantagem de cerca de 2’30’’, que no final se traduziu em 3’57’’ em relação ao segundo lugar.
Raquel Rocha, do CNATRIL Triatlo, conseguiu uma excelente estreia na distância, com o tempo de 04:20:44, conquistando o título de Campeã Nacional Individual e Vice-Campeã Ibérica. Liliana Veríssimo, do Núcleo do Sporting da Golegã, alcançou o segundo lugar na prova nacional com 04:37:24 enquanto Vanessa Pereira, do Estoril Praia Credibom, ficou na terceira posição com 04:37:50.
A triatleta do CNATRIL, Raquel Rocha, explica que ‘partiu forte na água, conseguindo sair entre as primeiras na natação, no ciclismo cumpriu o ritmo que tinha planeado com o treinador e na corrida sentiu-se bem, mantendo a primeira posição no campeonato nacional e a segunda no campeonato ibérico’.
Hugo Ribeiro, treinador do CNATRIL, realçou a importância de cumprir o calendário previsto, individual e coletivo, o que «implicou um grande esforço por parte dos organizadores e da Federação de Triatlo de Portugal» Quanto à qualidade da prova, o técnico afirmou que se tratou de um dos Campeonatos Nacionais de Longa Distância mais disputadas de sempre, nos dois sexos, o que é um fator muito positivo para a modalidade.
No que respeita à prestação do CNATRIL, confirmou-se o favoritismo como candidatos ao pódio por equipas femininas, com a excelente prestação de Raquel Rocha, que se estreou na média distância e ainda as boas provas das restantes atletas de equipa– Tuxa Negri e Ana Filipa Santos, ambas recentemente mães, que tiveram uma extraordinária recuperação para estar atualmente a competir com grande nível.
Todos os atletas da equipa tiveram capacidade para cumprir o plano tático predefinido e inteligência no desempenho, ao longo da prova, traduzindo o trabalho anteriormente desenvolvido, demonstrando a dimensão do CNATRIL na longa distância, assumindo-se na discussão dos títulos femininos e masculinos.

Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo de Média Distância
O Estoril Praia Credibom, repetindo o êxito de 2019, sagrou-se Campeão Nacional de Distância Longa, com Filipe Azevedo, Rafael Domingos com 03:58:31 e José Cabeça, com 04:01:00.
Bruno Pais, coordenador do Estoril Praia Credibom, declarou que só a realização do Triatlo de Caminha já é uma situação muito positiva, quando são poucas modalidades que, no momento em que vivemos, conseguem concretizar provas no nosso país. «Uma competição mítica e desafiante que este ano conseguiu alcançar ainda maior participação quantitativa e qualitativa, de atletas portugueses e espanhóis, pelo que os organizadores estão de parabéns.»
O coordenador do Estoril Praia Credibom considerou que as metas foram plenamente alcançadas: «Cumprimos o principal objetivo da época, com a participação dos melhores atletas, entre eles Filipe Azevedo, que aceitou o convite para estar presente, sendo atualmente o melhor triatleta nacional de longa distância».
O CNATRIL conquistou o título de vice-Campeão Nacional, com os atletas João Ferreira, com 03:47:51, José Estrangeiro com 03:59:46 e Sérgio Dias com o tempo de 04:04:25.
O OutSystems Olímpico de Oeiras ficou em terceiro na classifição, com André Duarte com 04:04:33, Pedro Lomba, com 04:14:39 e Rui Narigueta com 04:16:26.
Clube de Natação e Triatlo de Lisboa conquistou o título feminino com Raquel Rocha, com 04:20:44, Tuxa Negri, com o tempo de 04:42:08 e Ana Filipa Santos que passou a meta com 04:43:30. O Núcleo do Sporting da Golegã foi vice-campeão Nacional com as atletas Liliana Veríssimo, com o tempo de 04:37:24, Susana Mateus com 04:44:41 e Hanna de Sousa com a marca de 04:49:01. Na terceira posição ficou o Estoril Praia Credibom, com Vanessa Pereira com 04:37:50, Priscila Gonçalves com 05:01:11 e Aline Correia, com o tempo de 05:19:52.


Campeonato Nacional de Paratriatlo
No Campeonato Nacional de Paratriatlo, Luis Ferreira, da Associação Académica de São Mamede, venceu a categoria PTDF com o tempo 06:08:43.

Vencedores por escalão
Referência para os/as atletas vencedores/as na sua categoria, que, nos escalões femininos, foram Sofia Cruz, Raquel Rocha, Liliana Veríssimo, Ana Filipa Santos, Hanna De Sousa, Fernanda Marques Santinha, Filomena Gomes e Maria João Lima e que, em masculinos, as melhores classificações foram para João Menino, José Cabeça, Filipe Azevedo, José Estrangeiro, Rafael Gomes, Sérgio Dias, Luis Mira Nunes, José Rui Galvão, Carlos Silva, José Domingos e Fernando Feijão.
O Triatlo de Caminha foi uma prova organizada pela Câmara Municipal de Caminha, pela Associação de Triatlo de Caminha e pela Federação de Triatlo de Portugal.
Parabéns a todos e continuação de bons treinos e melhores provas!
O VIII Triatlo de Caminha, que se realizou no dia 3 de outubro de 2020, contou com elevado nível competitivo.
Sendo uma prova emblemática e a única de longa distância do calendário deste ano, foi grande a adesão por parte dos atletas e clubes que totalizaram os 460 participantes.
A prova incluiu o Campeonato Ibérico Individual de Média Distância, o Campeonato Individual de Triatlo e de Grupos de Idade de Média Distância e o Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo de Longa Distância. O evento contou ainda com uma prova na distância standard.
As regras de distanciamento dos atletas obrigaram a uma série de procedimentos diferentes, como a falta de pódios ou a partida sem Ferryboat. Mas o desafio da prova e o grande nível competitivo, aliados à beleza natural do percurso, motivaram os atletas que mostraram o trabalho desenvolvido ao concretizarem bons resultados.
Fonte: Federação Triatlo Portugal


Estatuto Editorial Ficha Técnica Apresentação Galeria Multimédia Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 2020 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533