Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt

Estatuto Editorial Ficha Técnica Apresentação Galeria Multimédia Contactos

Ciclismo

“João Silva e Daniela Pereira dominaram o Prémio de Ciclismo de Barroselas”

 

João Silva (Bairrada) e a famalicense Daniela Pereira (Maiatos) foram os vencedores do XXIII Prémio de Ciclismo de Barroselas, prova destinada ao escalão de juniores, pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã.
O XXIII Prémio de Ciclismo de Barroselas foi disputado debaixo de chuva miudinha mas persistente, circunstância que levou o pelotão a efetuar o percurso, no total de 115,90 kms, de forma mais cautelosa e sem grandes tentativas de fuga.
Apenas na segunda passagem se começaram a sentir movimentações na frente da corrida com sete ciclistas a isolarem-se: Ricardo Simões (Efapel – Escola de Ovar), Pedro Crispim (Bairrada), Gustavo Alves, (Escola de Ciclismo Bruno Neves), Diogo Dias (Academia Joaquim Agostinho / CYR/UDO), Ricardo Machado (Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact), João Oliveira (UC Trofa) e Manuel Rodriguez (Bathco).
Antes da terceira passagem pela meta, Ruben Fandiño (Bathco) saltou do pelotão e ficou numa posição intermédia. Com a passagem dos quilómetros, o grupo da frente foi aumentando a vantagem para o atleta intermédio (chegou a ser de 35s) e para o pelotão (1m35s).
Percorridos cerca de 70 quilómetros do percurso, João Silva (Bairrada) saiu do pelotão e foi reduzindo a vantagem em relação aos fugitivos. Primeiro alcançou Ruben Fandiño (Bathco) e Manuel Rodriguez (Bathco) que, devido a um furo, havia descaído do grupo de fugitivos.
Na entrada para a última volta o grupo de fugitivos estava consolidado com João Silva (Bairrada) a atacar na reta final e a conquistar o triunfo em Barroselas. NA segunda posição concluiu a prova Diogo Dias (Academia Joaquim Agostinho / CYR/UDO) e na terceira Ricardo Machado (Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact)
Gustavo Alves (EC Bruno Neves) venceu a geral das Metas Volantes e Diogo Dias (Academia Joaquim Agostinho / CYR/UDO) a geral da Montanha.
Por equipas, a Bairrada foi a vencedora, deixando na segunda posição a Seissa | KTM-Bikeseven | Matias&Araújo | Frulact e na terceira a Academia Joaquim Agostinho / CYR/UDO.
Na corrida de elites femininas, a famalicense Daniela Pereira (Maiatos), que trocou o BTT pela Estrada, fez uma corrida segura, mantendo-se na frente até cortar a linha da meta em primeiro lugar. Maria e Jesus Barros (Concello do Porriño/Abanca) terminou no segundo posto e Inês Trancoso (Maiatos) no terceiro.
João Silva (Bairrada), vencedor da corrida de juniores, explicou que a chuva dificultou o trabalho dos ciclistas e que, não tendo acompanhado o grupo na fuga inicial, conseguiu sair do pelotão no início da terceira volta e depois foi pedalar para apanhar o grupo da frente. “Na parte final percebi que tinha as minhas hipóteses de ganhar, ataquei e consegui cortar a meta em primeiro lugar. Esta prova foi um pouco puxada, teve uns quilómetros extra em relação à do dia anterior, mas nós temos que nos habituar se queremos seguir no ciclismo”, afirmou João Silva.
Daniela Pereira (Maiatos), vencedora em elites femininas, reconheceu que “não podia ter tido uma estreia melhor nas provas de estrada” e que “o percurso é muito rápido e com a chuva ganhou ainda mais velocidade”. “A concorrência também era boa e obrigou-me a estar focada. Foi um bom teste para mim”, concluiu Daniela Pereira.

Marçal Almeida (União Freguesias de Barroselas e Carvoeiro)
Marçal Almeida, da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeira, fez um balanço positivo do XXIII Prémio de Ciclismo de Barroselas: “O balanço é positivo. O tempo não ajudou, mas a prova correu sem incidentes e os ciclistas estiveram muito bem, mostrando que o ciclismo está vivo. A Junta de Freguesia congratula-se com a realização deste Prémio de Ciclismo que esperemos que continue, pois Barroselas é uma terra de ciclistas e gosta muito da modalidade. Continuaremos, portanto, a acarinhar e este Prémio de Ciclismo que merece todo o nosso apoio. De resto, é uma boa forma de divulgar a nossa terra, traz todos os anos uma boa moldura humana”.

Joel Monteiro (Organização)
Joel Monteiro, da organização do XXIII Prémio de Ciclismo de Barroselas, gostou da forma como decorreu a corrida, mas em termos organizativos salientou que é preciso corrigir pequenas coisas.
“A corrida foi bastante movimentada, era um percurso longo, um pouco duro, que ficou mais difícil devido ao mau tempo, mas os atletas foram de um empenho muito grande, estão de parabéns. Em termos organizativos temos que rever algumas coisas e corrigir pequenos pormenores. Este ano organizamos a prova apenas para o escalão de Juniores, faz parte da evolução que queremos ter. O tempo não ajudou ao espetáculo e afastou algumas pessoas mas, mesmo assim, tivemos aqui uma moldura humana interessante. Aliás viu-se muita gente espalhada pelo percurso. Agora vamos analisar como correu a prova no geral para podermos pensar como vai ser a próxima edição”.
O 23.º Prémio de Ciclismo de Barroselas foi organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho, m2o_eventos e Associação de Ciclismo de Barroselas, contando com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Juntas de Freguesia e empresas locais, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Infraestruturas de Portugal e revista Ciclismo a Fundo.
Fonte: ACM


Estatuto Editorial Ficha Técnica Apresentação Galeria Multimédia Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 2020 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533