Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Cicloturismo


“Cicloturismo em retrospetiva”
2017 Cheio de muita pedalada

 

 

Texto: José Morais
Fotos:
Arquivo Notícias do Pedal
Com 2017 a chegar ao fim, e 2018 aproxima-se a largos passos, resta-nos fazer o balanço em retrospetiva, do que foram as pedaladas cicloturistas do ano que agora vai terminar. Num ano onde as dificuldades ainda se fizeram notar mais uma vez, com eventos de tradição a não serem realizados, equipas a acabarem por falta de apoios, tanto dos patrocinadores, como dos próprios ciclistas que possuíam, a não poderem suportar as despesas, uns no desemprego, outros por certas dificuldades da vida atual, mas que mesmo assim existiram alguns eventos novos que surgiram, e outros muito positivos, alguns não com numero de participantes de outros tempos, mas motivado em parte pela dita crise, ou ainda a diversidade de eventos que existiram no mesmo dia, o que acabava por dividir os participantes, já que muitos novamente optaram pelo passeio mais próximo de onde residiam, o que em parte é positivo pela grande oferta e diversidade.
Ao longo de 2017 estivemos em vinte e dois eventos, do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), menos sete do que no ano de 2016, isto prova que ainda existe alguma crise no cicloturismo, mas mesmo assim muito positivo.
Iniciamos assim o com o tradicional Primeiro Passeio do Ano, realizado logo no dia 8 de janeiro, este ano um passeio/manifestação, em defesa da bicicleta, já que com as novas alteração ao código da estrada, continua a não haver segurança para quem pedala, e cerca de 600 participantes iniciaram o novo ano manifestando-se na sua segurança, o evento realizou-se em Lisboa, como inicio e términus no Terreiro do Paço.
Fevereiro contou com um passeio romântico, celebrando assim o dia dos namorados, no dia 12 lisboa foi evadida por ciclistas, uns namorados, outros composto por famílias, no passeio denominado de, Enamorados por Lisboa, juntando algumas dezenas de participantes, já que as condições climatéricas não eram as mais propicias a grandes pedaladas.
Mas a 26 de fevereiro mais um passeio, e uma grande manifestação de fé ocorreu em Fátima, a tradicional Bênção Nacional dos Ciclistas, juntas uma multidão imensa, onde se foi pedir proteção à Virgem Maria.
Março abre calendário oficial, porem alguns problemas de saúde obrigaram-me a paragem forçada, e regressei apenas a 30 de abril, para participar em mais um passeio organizado pela Junta de Freguesia de santa Clara, nas comemorações de mais um aniversário de abril, apesar das más condições climatéricas, compareceram cerca de uma centena de participantes nesta quarta edição.
Entramos em Maio, e ainda em recuperação, só a 28 de maio marcamos presença, desta vez em mais um passeio dos Cansados de Marinhais, este ano com um atrativo, filmagens e fotos feitas de helicóptero, momentos que animaram os mais de 330 participantes.
E com a chegada de junho, a nossa primeira deslocação foi até Vila Nova de Cernache, Coimbra, onde mais de duas centenas de amantes das bicicletas conviveram no passeio organizado pelo Vilanovense. Mas maio foi farto em passeio, no mesmo dia em Lisboa, cerca de 630 participaram em mais uma edição de Lisboa Antiga, que este ano celebrou as Bodas de Prata, nos seus 25 anos de realização ininterruptos.
Mas julho foi forte em passeio, e logo no dia 11, estivemos em Lisboa no passeio do Vitória Clube de Lisboa, no seu 3º passeio que juntou mais de 300 participantes. A 18 estivemos novamente em Lisboa, desta vez no passeio da Associação Recreativa Pescadores da Musgueira Norte, na sua 18º edição, que juntou também um número considerável de participantes. Terminamos assim este mês, com o primeiro passeio da Rádio Concelho de Mafra, que juntou uma centena de cicloturistas.
O mês de julho foi marcado com três bons passeios, logo no dia 2 foi o passeio de Mafra Gare, juntou 150 participantes num belo passeio, Fomos depois até ao Alentejo, e Arraiolos foi o passeio escolhido, este ano na sua 24º edição, estivemos lá no dia 9, juntou cerca de 160 participantes, numa excelente organização, e uma receção sem dúvida muito boa. Fomos terminar o mês em Pombal, nos dias 22 e 23, participamos em mais uma maratona de fortes pedaladas, na 16ª edição das 14 Horas a Pedalar, este ano com um objetivo, as receitas apuradas a serem oferecidas às vítimas de Pedrógão, juntando 400 participantes.
A gosto é o tradicional mês de férias, os eventos são reduzido, mas como tem acontecido habitual neste últimos anos, dois eventos são realizados, o primeiro no Afonsoeiro, Montijo realizado a 20, onde juntou mais de 200 participantes, e depois, no dia 27 em Montemuro, cerca de 200 amantes da bicicleta, pedalaram em mais uma Rota do Queijo.
Chegou o setembro, um mês repleto de eventos, e logo no dia 10 veio mais um Festival da Bicicleta Solidária, com o Passeio Solidário, onde os participantes eram convidados a oferecerem géneros alimentícios, com um belo passeio pela capital juntando muitas centenas de amantes das duas rodas.
E logo no domingo seguinte, a 17, veio o Bicla Fest- Lisboa Ciclável, um evento inserido na Semana da Mobilidade, que juntou mais de um milhar pela cidade de Lisboa. Mas a 19, realizava-se mais uma entrega do Prémio Nacional Mobilidade em Bicicleta, onde foram galardoados entidades, cidadão, empresas, comunicação social, que ao longo dos anos tem promovido o uso da bicicleta, E fomos terminar o mês novamente em Lisboa, no dia 24, no passeio do Clube Desportivo Lisboa e Águias-CDLA, 200 participantes pedalaram, encerrando assim o mês.
E chegamos a outubro, aqui encerrou o calendário oficial da FPCUB, e três passeios faziam parte deste mês, o primeiro logo no dia 1, mais de 200 amantes de bicicleta participaram num grande passeio, organizado pelo Cantinho do Avô.
No dia 5, fomos até Manique, Cascais, onde o Grupo Musical e Desportivo 31 Janeiro de Manique de Baixo, depois de vários anos de interregno voltaram à estrada, com o primeiro passeio agora organizado pelo Team 31 Manique, que juntou cerca de centena e meia a pedalar pelo concelho. E terminamos assim o mês, como encerramos o calendário, com o tradicional Lisboa/Santarém, evento que terminou no Festival Bike, este ano realizado por equipas, juntou cerca de 800 participantes.
Estes, os melhores momentos que ao longo de 2017 trouxemos aos nossos leitores sobre cicloturismo, um pouco por esse país, este ano mais realizados na área da grande Lisboa, mas onde muitos mais gostávamos de estar presentes, mas nem sempre é possível.
Agora que se aproxima-se a bom ritmo 2018, e a agenda já se começa a preparar, esperamos no próximo podermos estar em mais locais, e novos passeios, e que alguns possam regressar, e podermos assim continuar a divulgar a modalidade, como o temos feito regularmente até aqui, por agora pouco mais para dizer, ficam os votos desta equipa, Boas Festas, e um 2018 cheio de muitas e boas pedaladas, e tu de bom, nós prometemos voltar em breve, já no próximo domingo 7 de janeiro, nas tradicionais primeiras pedaladas do ano, no Primeiro Passeio de 2018, até lá, ficam os votos de bons passeios, boas pedaladas.

 

 


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690