Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Triatlo


“Spirit of 78 – A homenagem portuguesa aos pioneiros do Ironman”

 

 

Foi no passado sábado, dia 07 de Outubro, que um grupo de triatletas portugueses do clube de Triatlo AASM realizou um evento que procurou homenagear alguns dos maiores nomes da história da modalidade. Através da disputa de uma prova na distância completa de Ironman o grupo de 15 atletas vestiu a rigor os nomes, o espírito e a irreverência que fizeram nascer uma das mais marcantes provas desportivas do mundo.
De acordo com a organização “a ideia inicial teve como base proporcionar a experiência da realização de uma prova na distância Ironman (3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42km de corrida), sem os custos elevados que a grande maioria das provas desta distância têm. Os empreendedores da ideia quiseram também homenagear os primeiros atletas a realizar a distância, em 1978, no Havai. (…) A prova teria de homenagear os heróis de 78 e, para isso, definiu-se como regra, que os atletas tivessem de competir com o “look” dos anos 70, como quem diz, o bigode, suíças ou barba seriam obrigatórios, quem quisesse ir mais longe tinha a opção de ir de calção curto, a chamada sunga, e top caveado.”
Com o objetivo de impedir que os custos com o evento escalassem e de forma a controlar a segurança e facilitar a logística da prova “ficou decidido que as inscrições se limitariam a atletas da equipa. (…) e que existiria um único ponto de abastecimento, tendo o ciclismo e a corrida de ser feitos em circuito.”
Decisão que condicionou positivamente o evento e que permitiu não só o sucesso da sua organização como, também, que houvesse espaço para impulsionar um ambiente inesquecível para todos os presentes. Segundo a organização, “tivemos pessoas responsáveis pela animação, de forma a incentivar não só os atletas, mas acima de tudo os assistentes. Acabamos por ter mais de 100 pessoas, entre atletas da equipa, familiares e amigos a ajudar.”
O evento que inicialmente contou com 22 inscritos, decorreu com a participação de 15 nomes que representaram alguns dos mais emblemáticos triatletas da história nacional e internacional da modalidade. “A cada número de dorsal foi associado um atleta, com provas dadas na distância. Os primeiros 12 números foram ocupados pelos finishers da primeira edição do Ironman, para os restantes escolhemos nomes de atletas estrangeiros e portugueses.”
A Lista dos dorsais dos 15 triatletas que alinharam à partida: (curiosamente o mesmo número de atletas que competiu em 78)
•2- John Dumbar – Rui Pinto
•3 – Dave Orlowski – Diogo Madeira
•5 – Sterling F. Lewis – Pedro Magalhães
•6 – Tom Knoll – Daniel Bettencourt
•7 – Henrry Forrest – José Silva
•11 – Dan Hendrikson – Rui Pena
•13 – Jan Frodeno – Valter Nogueira
•14 – Craig Alexander – Fernando Ferreira
•15 – Mark Allen – Miguel Vieira
•16 – Dave Scott – Paulo Costa
•18 – Lino Barruncho – Pedro Reis
•19 – Sérgio Marques – Miguel Lobão
•20 – Faris Al Sultain – Rui Amorim
•21 – Emanuel Marques – António Gavina
•22 – Ricardo Costa – Nuno Abreu
A prova decorreu na zona do Porto, marcadamente entre Freixo e a marginal do Douro, e teve como área central a entrada do Museu Nacional da Imprensa. Marcada pelo calor intenso que se fez sentir, atípico para a altura do ano, a corrida observou a uma verdadeira luta de “titãs” e registou vários líderes ao longo dos três longos segmentos da competição.
Foi Pedro Reis, com o registo de 10h 44m 55s, quem conquistou a primeira edição da prova e sagrou-se Campeão do Spirit of 78. Pedro Magalhães, com 10h 49m 50s, foi segundo classificado e Paulo Costa, com 10h 55m 46s, completou o pódio masculino na terceira posição. No total foram 10 os triatletas que completaram o desafio.
•1º – Pedro Reis (Lino Barruncho) – 10h 44m 55s
•2º – Pedro Magalhães (Sterling F. Lewis) – 10h 49m 50s
•3º – Paulo Costa (Dave Scott) – 10h 55m 46s
•4º – Miguel Lobão (Sérgio Marques) – 11h 29m 30s
•5º – Rui Pena (Dan Hendrikson) – 11h 38m 15s
•6º -José Silva (Henry Forrest) – 12h 52m 40s
•7º – António Gavina (Emanuel Marques) – 13h 09m 15s
•8º – Rui Pinto (John Dumbar) – 13h 12m 25s
•9º – Fernando Ferreira (Craig Alexander) – 13h 14m 14s
•10º – Miguel Vieira (Mark Allen) – 13h 45m 25s
O sucesso da prova foi comprovado por todos os presentes e, segundo a organização, “acabou por ser muito mais do que uma prova de triatlo, foi uma grande festa entre todos os atletas, familiares, amigos e pessoas que acabaram por ser atraídas ao local. Foi um dia em cheio, das 6:30 até à hora em que acabaram de sair do local, já perto das 23h.”
O Sprit of 78 pode ser considerado um evento particular que espelha na perfeição o espírito, originalidade, irreverência, coragem e valores que estão na base de fundação do Ironman e da própria modalidade. Nesse sentido a FTP congratula o clube de Triatlo AASM, todos os participantes e todos os que colaboraram para que esta prova tivesse tanto sucesso na sua primeira edição, mantendo vivo o espírito fundador do triatlo.
Fonte: FTP


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690