Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Triatlo


“Douro marcado por Campeonatos Nacionais para todas as idades”

 

 

A paisagem do Douro ficou marcada pela presença de centenas de triatletas de todas as idades que disputaram um dos eventos mais completos do ano. Foi através da disputa da última etapa do Campeonato Nacional Jovem, de uma prova longa pontuável para o CN de Clubes, CN de Grupos de Idade, bem como de provas Standard e Sprint pontuáveis para o Douro Triatlo Ocean Lava Portugal, que o evento procurou atrair clubes, ateltas e espectadores a um dos melhores cenários do país para a prática da modalidade.
José Estrangeiro e Liliana Veríssimo foram os grandes vencedores do Triatlo Longo do Douro ao terem conquistado a principal prova do evento. Ao longo dos 1,9km de natação, 88,9km de ciclismo e 21,1km de corrida foram os melhores entre os mais de uma centena de triatletas que aceitaram o desafio de percorrer alguns dos mais belos percursos do país na procura de um lugar no pódio do Campeonato Nacional de Grupos de Idade bem como na conquista de importantes pontos no Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo Longo.
Numa prova onde o segmento de ciclismo provou ser decisivo, Liliana Veríssimo registou o melhor parcial, entre as senhoras, no decorrer dos 88,9km que atravessaram as várias localidades da região. A triatleta do Núcleo do Sporting da Golegã cimentou a liderança na prova no segmento final ao cumprir a meia maratona, também, no melhor tempo e cortou a meta com uma vantagem superior a doze minutos para a segunda classificada, a triatleta do Sporting Clube de Espinho, Patrícia Leite. Com este resultado Liliana Veríssimo conquistou o título nacional no grupo de idade 30-34. O terceiro lugar absoluto foi conseguido por intermédio de Marisa João, triatleta que compete pelas cores do Outsystems Olímpico de Oeiras e que se sagrou campeã nacional de 40-44 anos.
Nos diversos escalões observamos ainda às vitórias de Joana Creissac da Associação Académica de São Mamede, em 35-39, de Filipa Oliveira, atleta do Teleperformance – Os Belenenses, em 45-49 anos, bem como de Maria João Lima também da Associação Académica de São Mamede, no grupo de idade 50-54.
José Estrangeiro foi o mais forte entre o pelotão de grande qualidade que competiu na prova masculina. Em representação do CNATRIL Triatlo, o internacional português, aproveitou o ciclismo para se distanciar da concorrência. Com uma irrepreensível prestação ao longo do belíssimo percurso que compôs a competição, Estrangeiro construiu uma vantagem sólida que lhe permitiu alcançar a vitória na prova e, consequentemente, no Campeonato Nacional de Grupos de Idade, acumulando o título no escalão 25-29. Bruno Pais foi outra das grandes figuras em competição. O triatleta, duplo Olímpico português, que enverga as cores do Estoril Praia Fisiogaspar registou o melhor parcial no segmento final da prova e subiu ao segundo lugar do pódio masculino, conquistando o título nacional no grupo de idade 35-39. Sérgio Marques, atleta do CNATRIL Triatlo e internacional português de enorme qualidade na longa distância, foi terceiro classificado a apenas um minuto de Pais.
Também na prova masculina deverão ser destacados os vencedores dos diversos escalões que compuseram o CN de Grupos de Idade. Mario Rocha, Clube dos Galitos, foi o grande vencedor em 20-24; Mario Santos do CNATRIL Triatlo subiu ao lugar mais alto do pódio em 30-34; Rui Costa conquistou o título em 40-44; Rui Galinha, Núcleo do Sporting da Golegã, venceu em 45-49; António Calafate, Núcleo do Sporting da Golegã, foi o melhor atleta em 50-54 anos; Carlos Gomes, Outsystems Olímpico de Oeiras, triunfou no escalão 55-59; Fernando Feijão, Clube Milleniumbcp, conquistou o título em 60-64; e Victor Campos, DAR-Recardães, foi o grande vencedor em 65-69.
Coletivamente a vitoria foi conquistada pelo Associação Académica de São Mamede, em femininos, e pelo Estoril Praia Fisiogaspar, em masculinos. O CNATRIL Triatlo e o Outsystems Olímpico de Oeiras também ocuparam posições de pódio ao subirem, respectivamente, ao segundo e terceiro lugar da competição masculina.
O Douro foi igualmente palco de disputa da derradeira etapa do Campeonato Nacional Jovem. Com partida e chegada assinaladas na Folgosa – Armamar, os jovens talentos procuraram a conquista de importantes pontos na última oportunidade do Campeonato. A competição que levou os atletas a competirem no formato de triatlo e a percorrerem distâncias alinhadas com os diversos escalões permitiu observar momentos de aprendizagem e competitividade de onde destacamos os vencedores individuais de cada escalão.
Nos Benjamins foram Inês Azeitona, Clube 4 Estilos, e Ricardo Pissarra, Alhandra Sporting Club, os primeiros a cortar a meta e a subir ao mais alto lugar do pódio. Cassilda Carvalho, Sport Lisboa e Benfica, e Rodrigo Pissarra, Alhandra Sporting Clube, venceram no escalão de infantis. Nos Iniciados, Rafaela Silva, Clube Natação do Cartaxo, e Gustavo do Canto, do Clube de Natação de Torres Novas, triunfaram entre toda a concorrência. Enquanto Carolina Campos, Núcleo do Sporting da Golegã e Alexandre Silva, ambos do Sport Lisboa e Benfica, saíram vitoriosos no último escalão das competições Jovem, os Juvenis.
Em termos coletivos foi mais uma vez o Sport Lisboa e Benfica a ocupar o lugar mais alto do pódio. A formação lisboeta somou a segunda vitória consecutiva em etapas do CN Jovem e amealhou os principais pontos disponíveis na etapa. O Alhandra Sporting Club foi segundo classificado e o último lugar do pódio por equipas foi conquistado por intermédio do Clube 4 Estilos.
Desta forma o Triatlo do Douro encerrou mais um fim-de-semana competitivo que ficou marcado pela disputa de competições nacionais para todas as idades. A grande organização conjunta da Associação Triathlon Lamego Club com as Câmaras Municipais de Lamego, Peso da Régua, Armamar e Tabuaço, e que contou com o apoio técnico da Delegação Regional de Triatlo do Norte e da Federação de Triatlo de Portugal levou centenas de triatletas a competir num dos mais belos cenários do nosso país. Permitindo, dessa forma, o usufruto de condições ímpares para a prática da modalidade e a disputa de importantes competições nacionais.
Fonte: FTP


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690