Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Ciclismo


    “POLACO KWIATKOWSKI VENCE CLÁSSICA DE SAN SEBASTIÁN EM ‘SPRINT’ REDUZIDO”

Campeão do mundo de fundo em 2014 alcançou a segunda grande vitória do ano

 

O ciclista polaco Michale Kwiatkowski (Sky) venceu a Clássica de San Sebastián, em Espanha, ao impor-se num ‘sprint’ com quatro outros corredores no final da tirada de 231 quilómetros.
Depois de uma fuga a cinco, com o colega espanhol Mikel Landa, os holandeses Bauke Mollema (Trek-Segafredo), vencedor de 2016, e Tom Dumoulin (Sunweb), vencedor da Volta a Itália, e o francês Tony Gallopin (Lotto-Soudal), Kwiatkowski respondeu ao ‘sprint’ lançado pelo gaulês para cortar a meta primeiro, ao fim de 5:52.53 horas, com Gallopin em segundo e Mollema em terceiro.
O ataque tinha sido lançado primeiro por Landa, quarto na Volta a França, a nove quilómetros da meta, sendo que o espanhol conseguiu a sua melhor classificação de sempre nas grandes provas de um dia.
Para Kwiatkowski, campeão do mundo de fundo em 2014, foi a segunda grande vitória do ano, depois da clássica Milão–San Remo, depois de ter começado a temporada com um segundo lugar na geral da Volta ao Algarve.
A fuga do dia foi anulada a quase 30 quilómetros do final, depois de não conseguir ter mais do que quatro minutos de vantagem para o pelotão, que trabalhou desde cedo para ‘anular’ qualquer chance de uma surpresa.
Assim, e entre os favoritos, foi o ataque de Landa o mais bem-sucedido, tanto que apenas Gallopin, numa primeira fase, conseguiu acompanhar.
Já depois do ‘vice’ do Tour Rigoberto Urán (Cannondale Drapac) ter perdido a roda do espanhol, Kwiatkowski, Mollema e Dumoulin compuseram o quinteto que seguiu junto até final, onde Landa aumentou o ritmo para lançar o polaco, que acabou por deitar por terra as aspirações de Gallopin.
Na sua terra natal, o espanhol Haimar Zubeldia (Trek-Segafredo) despediu-se do ciclismo, aos 40 anos, depois de uma carreira com vários ‘top 10’ na Volta à França e na Volta à Espanha.
O basco cumpriu 20 anos no pelotão internacional, tendo corrido 16 vezes o Tours (a uma do recorde de participações), 12 vezes Vuelta e um Giro.
Passando por Guipuzcoa, onde nasceu, Zubeldia cortou a meta a 1.32 minutos de Kwiatkowski, terminando a prova na 29.ª posição.
Fonte: Sapo on-line


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690