Blogue Notícias do Pedal, diáriamante tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt
 Notícias do Pedal Revista Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos Siga-nos

   

Ciclismo

“JOSÉ GONÇALVES: «FOI UM GIRO INCRÍVEL»”
Esteve em bom plano em Itália e destaca ainda a exibição de Chris Froome

 

 

Por: Pedro Filipe Pinto
Foto:
DR
Terminado o Giro de Itália e 23 dias depois da primeira etapa, José Gonçalves está de volta a Portugal motivado e com o sentimento de dever cumprido.
Em conversa com Record, o português olha para trás e lembra a experiência de liderar uma equipa numa prova de três semanas. "Foi um Giro incrível! Nunca pensei acabar em 14º. Vinha com o objetivo de ganhar uma etapa, mas sair com esta classificação é muito bom. Estou muito feliz e motivado para continuar a trabalhar", afirma. Este resultado mostra a evolução de Gonçalves na montanha e sente que está a ganhar cada vez mais o seu espaço na Katusha, cujo manager é José Azevedo. "A equipa vai continuar a confiar em mim e sei que vou corresponder quando tenho liberdade", salienta.
A corrida foi decidida na 19ª etapa e o ciclista da Katusha admite que esta foi uma das jornadas mais duras da sua carreira. "A etapa da Finestre foi duríssima! Foi um esforço brutal durante mais de 80 km a tentar perder o mínimo para o Sr. Froome. Que etapa mítica", lembra. Em relação ao ‘Sr. Froome’, como José Gonçalves lhe chama, o português refere que já não há palavras para definir o que fez o britânico. "Ninguém esperava aquilo, mas ele é um supercorredor e fez uma superetapa. Mereceu ganhar".
Agora Gonçalves está com olhos postos na Volta à Suíça, onde vai ajudar Simon Spilak a defender o título conquistado em 2017. No entanto, o próximo grande objetivo são os campeonatos nacionais. "Já fui campeão de contrarrelógio e agora tenho o sonho de vestir a camisola de campeão da prova em linha. Não será fácil, mas eu e o Tiago Machado vamos dar o nosso melhor", vinca, já a menos de um mês das provas em Belmonte.
Está previsto que o ciclista da Katusha corra a Vuelta, em agosto/setembro, e se tudo correr bem estará em Espanha para ganhar uma etapa, mas principalmente "para ajudar o Zakarin a conseguir um bom resultado".
Fonte: Record on-line


 

Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2018 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1366x768