Blogue Notícias do Pedal, diáriamante tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt
 Notícias do Pedal Revista Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos Siga-nos

   

Ciclismo

“Equipa Portugal/Rafael Silva terceiro classificado nos Jogos do Mediterrâneo”

 

Por: José Carlos Gomes
O ciclista Rafael Silva conseguiu a 11.ª medalha de Portugal nos Jogos do Mediterrâneo, em Tarragona, Catalunha, graças ao terceiro lugar na prova de fundo de ciclismo de estrada. Portugal colocou cinco homens nos dez primeiros.
A prova de 143 quilómetros, disputada num traçado de permanente sobe e desce, acabou por decidir-se ao sprint. Rafael Silva colocou-se bem para bater-se pelas primeiras posições e alcançou a medalha de bronze, sendo apenas batido por dois italianos, Jalel Duranti e Filippo Tagliani, que cortaram a meta por esta ordem.
Apesar do bom resultado, Rafael Silva considera que, com uma pontinha de sorte, poderia ter ido mais além. “Estou muito feliz com esta medalha, que é muito importante para mim e para Portugal. No entanto, sinto que poderia ter conquistado o primeiro lugar. Numa rotunda, a 200 metros, entrámos muito rápido e os corredores italianos que seguiam à minha frente quase caíam. Acabaram por não cair, mas eu tive de travar a fundo e perdi alguns metros, que já não foi possível recuperar para ultrapassá-los”, conta o corredor de Vila Nova de Gaia.
A Equipa Portugal foi protagonista ao longo de toda a prova, aproveitando a fase mais dura do traçado para atacar. Domingos Gonçalves esteve num grupo de fugitivos, acabando por isolar-se e por partir em solitário à procura de uma vitória épica. O minhoto chegou a ter mais de 3 minutos de vantagem, mas o pelotão organizou-se e absorveu o corredor português a cerca de 4 quilómetros do final.
“O percurso era rompe-pernas, mas não tão duro quanto os gráficos indicavam. Apesar disso, as subidas deixaram o pelotão partido em vários grupos e o Domingos Gonçalves atacou de longe, procurando surpreender os adversários. A seleção italiana organizou a perseguição e contou com a ajuda da Eslovénia para anular a fuga. Restava-nos tentar chegar ao pódio no sprint e conseguimos”, afirma o selecionador nacional, José Poeira.
A Equipa Portugal alinhou com oito elementos na prova de fundo masculina, apresentando um desempenho muito consistente, com cinco homens nos dez primeiros. Além de Rafael Silva, terceiro, ficaram no top 10, com o mesmo tempo do vencedor, Joni Brandão, sexto, João Rodrigues, sétimo, Frederico Figueiredo, nono, e Domingos Gonçalves, décimo.
André Carvalho foi 18.º, a 37 segundos do vencedor, Tiago Antunes foi 19.º, a 47 segundos, e Francisco Campos 45.º, a 19m34s.
Fonte: FPC


 

Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2018 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1366x768