Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo Feminino
 
 

“Campeã de estrada afegã exilada contratada pela Israel-Premier Tech”

 

Por: José Morais
Fariba Hashimi, a campeã de estrada afegã, vai pertencer à equipa da Israel-Premier Tech Roland, que pertence ao Women's World Tour, anunciou a formação, é uma jovem de 19 anos exilada, por causa da guerra no seu país, que sonha agora ser a primeira ciclista da sua terra natal a participar no Tour de França Feminino.
A União Ciclista Internacional afegã sediou-se no campeonato nacional do Afeganistão em Aigle, na Suíça com mais de cinquenta atletas que fugiram do seu país, entre eles as mulheres vencedoras estavam Fariba Hashimi, que se agarrou em lágrimas à sua irmã mais velha Yulduz, que foi segunda na competição.
Foram sem dúvida emoções fortes de tristeza e alegria, emoções que se acumularam após a fuga do regime, dias antes da tomada de Cabul, a capital do Afeganistão, chegaram assim a Itália para uma nova vida, onde se encontram desde agosto, e que competiam na equipa Valcar, composta por mulheres afegãs livres.
A ajuda para o resgate de ajudar centenas de afegãos em agosto teve ajuda do milionário e proprietário da Sylvan Adams, da equipa da Israel-Premier Tech, e estas dua mulheres corajosas estão a fazer história, sendo as primeiras a sair do seu país, para atingirem o seu mais alto nível no desporto, e será um compromisso ajudar estas jovens ciclistas em redor do mundo, já que somos mais do que uma equipa de ciclismo, disse o responsável Sylvan Adams, que ofereceu um contrato a Fariba Hashimi na equipa, e ainda um lugar para 22º Yulduz na equipa de formação das sub-23.
Fariba Hashimi dizia que não poderia mentir, é muito emocionante, mas também será uma pressão, mas vai tentar dar o seu melhor, já que nunca pensou numa oportunidade destas, de poder correr numa equipa do World Tour, e participar no Tour de França.
Desta forma aceitou o desafio, e irá competir por todas a mulheres do Afeganistão, já que no seu país as mulheres não são livres para poderem viver e prosperar como desejem, mas se me virem correr no Tour com as cores afegãs, todos podem ver que será possível, disse Fariba Hashimi.

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 1999 a 2022 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533