Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo
 
 

“O nono corredor que vai integrar o elenco da Equipa Profissional de
Ciclismo Glassdrive / Q8 / Anicolor na época de 2023”

 

Foto: João Fonseca Photographer
Mauricio Moreira, o vencedor da 83.ª Volta a Portugal permanece com a camisola da Equipa Profissional de Ciclismo Glassdrive / Q8 / Anicolor até 2024. O uruguaio que é forte no contra-relógio, mas também um corredor muito completo e potente, parte para a terceira época com as mesmas cores e motivação redobrada, após um 2022 sem precedentes na estrutura que tem sede em Águeda.
Mauricio Moreira, vencedor da 83.ª edição da Volta a Portugal, continua a vestir a camisola da Equipa Profissional de Ciclismo Glassdrive / Q8 / Anicolor até 2024. O uruguaio que também venceu o Grande Prémio JN é já um corredor de referência no pelotão nacional e é com a mesma ambição que se lança para a nova temporada.
Mauricio José Moreira Guarino nasceu em Salto, no Uruguai, há 27 anos (18/07/1995). Filho do ex-ciclista Frederico Moreira, um campeão que representou a sua nação em duas edições dos Jogos Olímpicos, Mauricio é um corredor potente, completo, defende-se bem na média montanha, mas faz a diferença no contra-relógio. Atravessa um excelente momento na sua carreira enquanto corredor, fruto da sua dedicação à modalidade.
O ano de 2022 não começou da melhor forma, com lesões e problemas de saúde. A primeira vitória foi tardia, no final de julho, mas chegou e em casa (Águeda, no Grande Prémio Anicolor.
Foi quanto bastou para lhe dar a confiança necessária para ganhar a Volta a Portugal, que correu pela segunda vez. Além de vencer a Geral Individual, conquistou o Alto da Torre, na Serra da Estrela e o contra-relógio individual que encerrou a competição. Mas não ficou por aqui. Foi também ao uruguaio que pertenceu o título de vencedor do 31.º Grande Prémio JN, corrida que fechou o calendário.
“Vai ser a minha terceira época na Glassdrive / Q8 / Anicolor e posso dizer que me sinto em casa. A equipa é uma grande família, onde todos rumamos na mesma direção, é algo único e muito especial. Vimos de uma época sem precedentes, na qual conseguimos 30 vitórias. Pessoalmente, a conquista da Volta a Portugal e do Grande Prémio JN marcaram muito a minha carreira como ciclista e sei que vai ser difícil igualar uma época como esta. Mas tenho a certeza de que tanto eu como os meus companheiros vamos deixar tudo na estrada para defender mais uma vez a nossa camisola”, disse Mauricio Moreira.
Para o vencedor da 83.ª Volta a Portugal, o seu objetivo para a próxima temporada será “o mesmo de outros anos: desfrutar da nossa modalidade, ter sorte no que diz respeito à doença e lesões e dar o melhor. E se tudo isto for acompanhado por vitórias, ótimo! Estarei sempre disponível para ajudar os meus colegas e atingirmos, juntos, os objetivos da equipa”.
Rúben Pereira, Diretor Desportivo da Glassdrive / Q8 / Anicolor, vê em Mauricio Moreira “um dos melhores ciclistas no pelotão nacional, um ciclista que dá muitas garantias. Foi uma aposta minha, desde o primeiro minuto que o decidi contratar em 2021. Sei das suas qualidades e daquilo que pode render e acredito que o Mauricio tem ainda muito para dar ao ciclismo e certamente vai marcar a história da modalidade em Portugal. Será um corredor de referência no nosso pelotão e que se espera que se vá afirmar no ciclismo português. Foi o grande vencedor da Volta a Portugal e do Grande Prémio JN e é uma das principais figuras do nosso ciclismo da atualidade”.
Fonte: Equipa Profissional de Ciclismo Glassdrive / Q8 / Anicolor

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 1999 a 2022 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533