Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo
 
 

“Contra-relógio dos Mundiais de 2022 igual para homens e mulheres em nome da paridade”

Foto: Christopher Lue
Os ciclistas masculinos e femininos vão competir no mesmo percurso e distância o contra-relógio dos Mundiais de estrada de 2022, a realizar em setembro em Wollongong, na Austrália, anunciou a União Ciclista Internacional (UCI).
O italiano Filippo Ganna e a holandesa Ellen van Dijk defenderão a camisola arco-íris de campeões mundiais de contra-relógio em 18 de setembro, num mesmo percurso e distância, traçado num ‘resort’ à beira-mar a 100 quilómetros de Sidney.
Esta é “uma grande estreia na história dos campeonatos Mundiais de estrada, em consonância com o princípio da paridade entre homens e mulheres defendido pela UCI”, adianta em comunicado o órgão que dirige o ciclismo mundial.
As provas de estrada, nas quais o francês Julian Alaphilippe e a italiana Elisa Balsamo defenderão as suas camisolas arco-íris de detentores do título, acontecerão no dia 24 de setembro para as mulheres e no dia 25 de setembro para os homens.
Em ambas as categorias, a corrida terá início na cidade de Helensburg, ao norte de Wollongong, e incluirá a subida do Monte Keira (473 metros acima do nível do mar), com 8,7 km de inclinação média de 5 por cento, e um percurso urbano.
“Depois de cinco anos na Europa, a UCI queria muito ver os seus campeonatos mundiais de estrada organizados em outro continente”, refere o presidente do organismo, David Lappartient.
Depois de Richmond (EUA), em 2015, e Doha (Qatar), em 2016, David Lappartient afirma ter ficado “muito feliz que Wollongong tenha sido escolhido para sediar o principal evento anual da UCI em 2022”.
“Estão reunidas todas as condições para garantir que os atletas possam competir ao seu melhor nível e oferecer ao público um espetáculo fantástico. Sei que Wollongong corresponderá às nossas expectativas”, adianta o presidente da UCI.
Embora a pandemia covid-19 tenha impedido a UCI de visitar Wollongong, o organismo pretende deslocar-se à Austrália no primeiro trimestre de 2022 e reunir com os organizadores, para “finalizar o planeamento” e “confirmar todos os detalhes da competição”.
A expectativa, de acordo com a UCI, é que cerca de mil ciclistas participem nos Mundiais de estrada de 2022, a decorrer de 18 a 25 de setembro, em Wollongong, na Austrália.
Fonte: Sapo on-line

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 2021 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533