Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo
 
 

“Seleção Nacional/João Almeida décimo no contra-relógio do Europeu de estrada”

Por: José Carlos Gomes
Os corredores portugueses tiveram um desempenho de grande qualidade no contra-relógio de elite do Campeonato da Europa de Estrada, disputado hoje em Trento, Itália. João Almeida foi o décimo classificado e Rafael Reis terminou no 14.º lugar.
Os 22,4 quilómetros, totalmente planos, foram percorridos sob um calor tórrido. Os dois representantes de Portugal cumpriram as expectativas e classificaram-se entre os melhores, fazendo uma gestão correta do esforço, embora sentido alguma quebra na parte final.
João Almeida cruzou a meta ao fim de 25’46’’07, tendo pedalado à média de 52,16 km/h. Este registo valeu ao caldense o décimo lugar, cumprindo a meta de ficar entre os dez melhores da Europa neste contra-relógio. Almeida gastou mais 1’16’’22 do que o vencedor, o suíço Stefan Küng, que revalidou o título graças ao tempo-canhão de 24’29’’85 (média de 54,86 km/h).
“Sabia que os adversários estavam muito fortes. Sei também que sou bom no contra-relógio, mas favorecem-me mais os contra-relógios inseridos em provas por etapas. Penso que fiz um bom desempenho e estou contente com a minha prestação. Hoje foi um bom teste para domingo. Deu para ‘abrir o motor’, como se costuma dizer. Temos uma equipa muito forte para a prova de fundo e acho que podemos trabalhar muito bem em equipa”, reagiu João Almeida ao resultado do contra-relógio, já de olhos postos no próximo objetivo.
Rafael Reis também se bateu com os melhores, ficando apenas a 17 segundos de entrar n top 10. Completou o contra-relógio em 26’03’’19, o que lhe valeu a 14.ª posição, o melhor resultado do palmelense em Europeus de elite. O corredor da Efapel foi hoje o segundo melhor entre os ciclistas que não representam formações do World Tour, 4 segundos mais lento do que o belga Rune Herregodts, da ProTeam Sport Vlaanderen-Baloise.
“Para fazer um bom resultado, sabia que tinha de ir um bocadinho a mais do que o meu normal. A este nível, perante os melhores do mundo, não há alternativa. Era preciso arriscar e ter esperança de aguentar até final. Não aconteceu totalmente. Na parte final tive de levantar um pouco o pé, porque já não estava a aguentar o ritmo. Fico satisfeito por ter participado e com o desempenho”, explicou Rafael Reis.
O selecionador nacional, José Poeira, ficou muito satisfeito com os resultados. “Com um percurso tão rolante, favorável aos roladores e puros contrarrelogistas, colocar dois corredores nos cinco primeiros e um dentro dos dez é um resultado muito bom. Não era fácil fazer melhor com as caraterísticas dos nossos corredores”, considera José Poeira.
A luta pela medalha de ouro foi emocionante e surpreendente. O campeão mundial e grande favorito, até por estar a correr em casa, Filippo Ganna, parecia ter a prova dominada, depois de estabelecer o melhor registo no ponto intermédio. Só que uma ponta final muito mais forte de Stefan Küng valeu a revalidação do título ao suíço, 7,7 segundos mais rápido do que o italiano. O terceiro foi o belga Remco Evenepoel, a 14,56 segundos do vencedor.
Portugal esteve também representado no contra-relógio de sub-23, prova disputada no mesmo percurso da de elite. Fábio Fernandes registou 29m48s, ficando na 44.ª posição. Gastou mais 4’12’’85 do que o vencedor, o dinamarquês Johan Price Pejtersen. O segundo classificado foi o norueguês Søren Wærenskjold, a 33,68 segundos. O neerlandês Daan Hoole fechou o pódio, a 34,47 segundos. “Senti-me muito abafado. Notei claramente a falta de ritmo competitivo”, resumiu o campeão nacional sub-23 da especialidade.
Fonte: Federação Portuguesa Ciclismo

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 2021 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533