Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo
 
 

“Diogo Saleiro coroado no Prémio de Ciclismo Festas do Concelho de Fafe”

Diogo Saleiro e o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor foram os grandes vencedores do Prémio Ciclismo Festas do Concelho de Fafe, prova para a categoria de juniores promovida pela Associação de Ciclismo do Minho, com o apoio da Câmara Municipal de Fafe. Pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã, o percurso da prova incluiu passagens pelos concelhos de Fafe, Cabeceiras de Basto, Póvoa de Lanhoso e Guimarães.
Diogo Saleiro e o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor foram os grandes vencedores do Prémio Ciclismo Festas do Concelho de Fafe, prova pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã, que se disputou na tarde de sábado e percorreu estradas dos concelhos de Fafe, Cabeceiras de Basto, Póvoa de Lanhoso e Guimarães.
Num dia marcado pelo intenso calor, os mais de 70 ciclista que alinharam à partida do Prémio de Ciclismo Festas do Concelho de Fafe não se fizeram rogados e cedo atacaram uma corrida com muitas novidades e paisagens de grande encanto. Pelo caminho a comitiva foi recebendo o apoio dos muitos populares que saíram à rua – sempre com os devidos cuidados – para aplaudir o esforço dos ciclistas e quem consegue levar este tipo de eventos em frente.
Logo nos primeiros dos 80,3 quilómetros da prova, um grupo de sete ciclistas decidiu atacar e rapidamente chegou ao minuto de vantagem. O pelotão acabou por sofrer com o ataque e acabou por se partir, com um primeiro grupo a lutar afincadamente para tentar anular a fuga, enquanto o restante foi cedendo cada vez mais tempo para os primeiros.
Com o passar dos quilómetros, o grupo de sete corredores ficou reduzido a cinco – Diogo Saleiro (CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor), Tomás Sacramento (Bairrada), Tiago Nunes (Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel), Duarte Domingues (EC Bruno Neves) e Sérgio Magalhães (Santa Maria da Feira/Segmento D´Época/Reol). Marcelo Soares (Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact) foi o último atleta a descolar, mas conseguiu manter-se na luta até ao final.
O quinteto chegou isolado a Fafe e decidiu a corrida ao sprint, com Diogo Saleiro – com uma bicicleta de substituição – a ser o mais forte e a conseguir a primeira vitória individual da época. Tomás Sacramento (Bairrada) cortou a meta na segunda posição e Tiago Nunes (Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) foi terceiro.
O CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, que já tinha vencido a prova em Palmeira e subido ao pódio em Barcelos e Prémio Cidade de Fafe, garantiu a vitória por equipas ao colocar três ciclistas nos primeiros dez classificados. Santa Maria da Feira/Segmento D’Época/Reol terminou na terceira posição da classificação coletiva e a Escola Ciclismo de Bruno Neves em terceiro.


Diogo Saleiro: “Consegui gerir bem a prova”

Diogo Saleiro, que conquistou em Fafe a sua primeira vitória da época desportiva, mostrou-se bastante contente com o resultado “estou muito satisfeito e contente com esta vitória”, numa corrida que, garante, “consegui controlar bem”, mas foi bastante dura.
“A corrida não começou da melhor forma porque não consegui correr com a minha bicicleta. Tive que correr com a da equipa e não estou habituado a ela. Os primeiros 30 quilómetros passei um bocado mal, mas depois fui melhorando e habituando à bicicleta e consegui gerir a prova. Fiz uma corrida inteligente e consegui ganhar”, explicou o corredor da equipa de Barcelos.

Alberto Costa: “foi uma corrida dura, mas os ciclistas é que a tornaram ainda mais dura”

Alberto Costa, diretor desportivo do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, estava muito satisfeito com a dupla vitória em Fafe e afirmou que “eles estão de parabéns e merecem esta vitória”, explicando que “temos trabalhado muito e bem para isto. Estou super contente com eles. Hoje até só trouxe seis, a equipa está a ficar curta, mas é com eles que vou ter de me defender na Volta a Portugal e nas próximas corridas. Começamos com oito, dois já desistiram porque isto dá muito trabalhado e eu gosto que eles trabalhem e que cheguem às corridas e mostrem o que andaram a treinar. A prova está aqui, quem trabalha durante a semana, consegue ver os frutos ao fim de semana”.
Sobre a corrida em si, Alberto Costa salientou que “foi uma corrida muito dura, mas os ciclistas é que a tornaram ainda mais dura porque eles arrancaram logo a atacar. Os sete que arrancaram para a fuga atacaram nos primeiros quilómetros e o segundo grupo, onde metemos dois atletas, também estiverem sempre na luta”.
Afirmando que “foi uma corrida bem trabalhada”, Alberto Costa salientou que “foi uma vitória merecida, eles merecem porque têm trabalho muito e bem”.
O Prémio de Ciclismo Festas do Concelho de Fafe foi organizado pela Associação de Ciclismo do Minho com o apoio da Câmara Municipal de Fafe, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Navega Rías Baixas, Guimarpeixe, Jopedois, Auto Terror, Polícia Municipal de Fafe, Bombeiros Voluntários de Fafe, Infra-estruturas de Portugal e revista Ciclismo a Fundo.
Fonte: ACM - Associação de Ciclismo do Minho

 

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 2021 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533