Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo
 
 

“Seleção Nacional/João Matias fecha concurso de omnium na 16.ª posição”

Por: Ana Nunes
Foto:
António Borga
A seleção nacional esteve representada por João Matias na prova de omnium do Campeonato do Mundo de Pista, em Saint-Quentin-en-Yvelines, França. O corredor português terminou na 16.ª posição, após ter vencido o último sprint da corrida por pontos.
João Matias não teve a sua vida facilitada na abertura do concurso de omnium masculino, enfrentando uma frenética corrida de scratch, que terminou na 19.ª posição. Na corrida tempo as dificuldades permaneceram, com uma prova bastante intensa e difícil para o corredor português que, ainda assim, conseguiu ganhar um dos sprints e fechar no 21.º lugar.
Foi na corrida de eliminação que Matias mais se fez notar, procurando sempre uma boa colocação, evitando assim ser eliminado. Depois de alguns dos corredores que estavam mais bem colocados na geral terem sido eliminados, como foi o caso do americano Gavin Hoover, do espanhol Sebastian Mora e do neerlandês Vincent Hoppezak, João Matias subiu ainda mais no pelotão. Esta procura constante por um bom posicionamento garantiu-lhe a nona posição.
A recuperação feita na eliminação, levou João Matias a subir até ao 17.º lugar na geral, posição da qual partiu para a corrida por pontos. As 100 voltas desta última prova do omnium iniciaram-se a grande velocidade, com a Dinamarca e os Países Baixos a tentarem mexer desde cedo com a corrida.
O português tentou sempre manter-se bem colocado dentro do pelotão, atento a quaisquer variações de ritmo que pudessem surgir. Em algumas ocasiões optou por subir no grupo, avaliando a possibilidade de lançar um ataque. Essa mesma tomada de iniciativa aconteceu quando faltavam 16 voltas para o final, com o atleta luso a tentar sair do grupo. Com ele seguiram outros sete corredores, entre eles os grandes favoritos às medalhas. Foi a partir desta altura que a corrida começou a partir por completo, dividindo o pelotão em vários grupos.
Entretanto, o grupo de João Matias acabaria por se fragmentar, com o português a estabelecer-se em posição intermédia. Este ataque valeu a João Matias a vitória no último sprint, somando assim 10 pontos aos 29 que trazia. Este esforço valeu ao representante da seleção nacional a 16.ª posição no final da prova. Ethan Hayter (Grã-Bretanha) foi o grande vencedor da prova, repetindo assim o título mundial conquistado no ano passado nesta mesma disciplina.
O selecionador nacional, Gabriel Mendes, falou sobre as dificuldades de João Matias na primeira metade do omnium e também da forma como conseguiu dar a volta ao resultado na eliminação e na corrida por pontos.
“Este concurso de omnium teve um nível bastante elevado, com as duas primeiras corridas a serem disputadas de forma bastante intensa. O João não entrou bem na prova de scratch e apesar de ter respondido melhor na corrida tempo, o resultado final continuou a estar um pouco aquém. Felizmente, tivemos um período mais longo de recuperação até à corrida de eliminação, na qual ele esteve muito bem, aproximando-se daquele que passou a ser o nosso objetivo: terminar entre os 16 primeiros. Abordámos a corrida por pontos de forma cautelosa, controlando aqueles que estavam próximos de nós na classificação. Na parte final da corrida o João esteve muito bem. Tentou atacar, somou os 10 pontos no último sprint e estou satisfeito com a recuperação que ele conseguiu fazer, subindo ao 16.º lugar”, disse Gabriel Mendes.
Fonte: Federação Portuguesa Ciclismo

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 1999 a 2022 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533