Hoje é:

  Blogue diário Notícias do Pedal,tudo sobre bicicletas em: revistanoticiasdopedal.blogspot.pt -»  Clique...
 

Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
 
 
 
Ciclismo
 
 

"15.ª Volta a Portugal de Juniores"
António Morgado pulveriza a concorrência e vence a Volta a Portugal de Juniores

Por: Ana Nunes
António Morgado (Bairrada) fez o pleno, ao conquistar as quatro camisolas na 15.ª Volta a Portugal de Juniores. O segundo lugar da geral ficou para o vencedor da última etapa, com chegada à Guarda, Gonçalo Tavares (Bairrada). A fechar o pódio ficou Lucas Lopes (Póvoa de Varzim/CDC Navais).
A última tirada da Volta a Portugal de Juniores, considerada a etapa rainha da prova, ligou Celorico da Beira à Guarda, num percurso de 110,9 quilómetros, com dois prémios de montanha de primeira e segunda categoria.
Esta foi uma etapa muito atacada logo desde os quilómetros iniciais, com vários corredores a tentar constituir uma fuga. Diogo Mendes (Clube de Ciclismo de Paredes/ Penafiel Bike Clube) e Leonardo Lopes (Escola de Ciclismo Bruno Neves) foram os que mais se conseguiram destacar, chegando a ter mais de um minuto de vantagem sobre o pelotão.
Antes do primeiro prémio de montanha, este de primeira categoria, nas Penhas Douradas, o pelotão já rolava contacto. Nesta altura, com quase 50 quilómetros de prova, iniciou-se a descida até Manteigas, onde se destacou um grupo grande, com cerca de 20 ciclistas, incluindo o camisola amarela, António Morgado (Bairrada).
Nos últimos 20 quilómetros da etapa o pelotão já rolava novamente compacto, sendo que a partir desta altura, os ataques tornaram a surgir. O mais esforçado foi Gonçalo Tavares (Bairrada), que tentou sair uma primeira vez sozinho, com um grupo de seis corredores a juntar-se a si. O corredor da Bairrada tornou a atacar, desta vez levando consigo apenas Lucas Lopes (Póvoa de Varzim/CDC Navais), Tiago Nunes (Silva &Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) e o seu colega de equipa, António Morgado.
O derradeiro ataque que lhe garantiu a vitória na etapa de hoje surgiu quando faltavam apenas três quilómetros para a meta. Gonçalo Tavares chegou com 10 segundos de vantagem sobre o segundo, António Morgado e 23 segundos sobre o terceiro classificado, Lucas Lopes.
“Esta foi uma vitória muito especial, visto que era a etapa rainha. Era um objetivo que tinha, até porque estive muito perto de ganhar em outras duas ocasiões. A camisola amarela estava controlada e, por isso mesmo, tive a liberdade de poder tentar vencer a etapa. É muito gratificante, temos uma equipa forte e viemos aqui para isto. Com tudo o que conquistámos nestes dias só temos de estar contentes com o nosso trabalho”, afirmou Gonçalo Tavares.
O pódio da geral individual compôs-se com os mesmos três corredores, com António Morgado a sagrar-se vencedor da Volta a Portugal de Juniores, com 1m29s de vantagem sobre o seu colega de equipa, Gonçalo Tavares, e 2m21s sobre Lucas Lopes.
Além da classificação geral, António Morgado venceu todas as outras classificações, entre elas a da montanha, a dos pontos e a de melhor júnior de primeiro ano. A sua equipa, a Bairrada, conquistou a geral por equipas.
“Vencer a Volta a Portugal de Juniores era um objetivo já desde o início da época e estou muito feliz. A ideia não era vencer todas as camisolas, mas é muito bom tê-lo conseguido. O objetivo principal era a amarela, as outras vieram por consequência de ataques e outras situações de corrida. Tentámos controlar a etapa até à primeira contagem de montanha para podermos somar mais pontos na montanha e, no final, foi atacar à vez para deixarmos um atleta e ganharmos a etapa. Quero continuar a dar o meu melhor nas corridas que fizer até ao final da época e estar a 100% em todas elas”, revelou António Morgado.
Fonte: Federação Portuguesa Ciclismo

 
  Estatuto Editorial | Ficha Técnica | Apresentação | Galeria Multimédia | Contactos
Revista Notícias do Pedal

 

Copyright © 2021 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1347x533